Publicado em 09 de julho de 2019.

Dois anos e meio após a assumir o comando da Prefeitura de Petrolina, Miguel Coelho deparou-se com um cenário difícil, sobretudo na saúde pública. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) era um dos setores atingidos. Para atender a população, apenas uma única ambulância estava em funcionamento – com o detalhe de que o veículo já acumulava 400 mil km rodados. Mas a frota ganhou o reforço de novas vans. Duas delas foram entregues pelo prefeito nesta terça-feira (9), para agilizar e ampliar o alcance do serviço médico de urgência na cidade e zona rural.

Os novos veículos são equipados com maca, respirador mecânico, desfibrilador, monitor, cadeiras de rodas portátil, tubos de oxigênio, entre outros componentes. As vans ficarão à disposição do Samu para assegurar mais de 5 mil atendimentos por mês em Petrolina.

Na visita à sede do Serviço de Urgência, na Cohab Massangano, ao entregar as ambulâncias, o prefeito agradeceu à equipe de profissionais e garantiu que avançará em ações para aperfeiçoar o atendimento em saúde da população. “Lá em 2017 encontramos uma estrutura sucateada com apenas uma ambulância com mais de 400 mil km rodados para um serviço essencial para a população. Hoje, depois de termos recuperado a frota do Samu e entregue 14 ambulâncias sociais novas, estamos reforçando com mais essas duas vans. Saímos de quase zero, portanto, para 22 veículos somando o transporte social e o de atendimento de urgência“, comparou Miguel.

A frota do Samu agora terá oito vans. Dessas, quatro ficam nas ruas em atendimento, duas em reserva para revezamento e outras duas para uso em situações especiais ou para substituir caso algum desses veículos precise de manutenção. A estrutura do Samu ainda dispõe de 105 profissionais, que se alternam em plantões para permitir o serviço à população em regime de 24 horas.

Fonte: CarlosBritto