Publicado em 11 de julho de 2019.

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), entregou na manhã desta terça-feira (20), duas ambulâncias ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os veículos foram doados pelo Ministério da Saúde para renovação da frota.

A cerimônia aconteceu na sede da unidade e contou com a presença do prefeito Ronaldo Magalhães, da secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo, além de servidores municipais e da equipe do Samu.

Ao assumir a Secretaria Municipal de Saúde, nos propusemos a buscar mais qualidade aos serviços oferecidos. Assim, fomos à Brasília atrás dessas ambulâncias que, com certeza, trarão mais conforto à equipe e aos usuários. Trabalhamos com muita dedicação para melhorar ainda mais a saúde em nosso município”, declarou Rosana Linhares.

No total, o Governo Municipal já conquistou cinco ambulâncias para o Samu que, segundo o prefeito Ronaldo Magalhães, é uma realização inédita entre as cidades mineiras que possuem o serviço. “Isto é um esforço muito grande do Governo(Municipal) e, hoje, entregando essas ambulânciastotalizamos cinco carros novos.Não é fácil conseguir um equipamento igual a este e nenhuma cidade do nosso tamanho, em Minas, conseguiu esse feito”.

Em janeiro deste ano, a SMS entregou dois novos veículos para o serviço de urgência, conquistados junto ao Governo do Estado e, em julho, outro foi entregue. Destas ambulâncias, três estão sempre em atendimento (duas unidades básicas e uma avançada); enquanto outras três são destinadas à reserva técnica, para dar suporte quando qualquer outra estiver em manutenção, por exemplo.

Para o coordenador médico geral do Samu, Júlio Lage, a renovação da frota a cada dois anos é essencial para o bom funcionamento do serviço de urgência. “Além de mais conforto para o paciente, com a renovação dos veículos evitamos um maior gasto com a manutenção das ambulâncias, conseguimos diminuir a troca de veículos com problemas mecânicos e elétricos e, é claro, nos proporciona a possibilidade de ter uma frota mais duradoura e funcional”. O médico ressaltou ainda a inédita substituição da frota. “É a primeira vez em 14 anos que o serviço tem a total renovação dos veículos”. Júlio Lage se emocionou também ao lembrar de quando foi vítima de um infarto e precisou do atendimento de socorristas e dos hospitais da cidade. “Estou vivo graças à qualidade do serviço (de saúde) de Itabira”, concluiu o coordenador do Samu.

O prefeito Ronaldo Magalhães ressaltou que Itabira foi umas das primeiras cidades mineiras a implantar o Samu. “O que demonstra nossa preocupação com a Saúde, principalmente urgência e emergência. Fico imaginando quantas vidas foram salvas pelo Samu, o próprio doutor Júlio (Lage) testemunhou e passou por um momento de urgência. São centenas ou talvez milhares de pessoas em Itabira e região que foram atendidas”, avaliou.

Realidade

Sobre as dificuldades na área da saúde, o prefeito afirmou que mesmo com a dívida do Governo Estadual, “Itabira está caminhando bem. Eu sei que é difícil ter uma Saúde ótima, mas temos que trabalhar muito e estamos. Só para a Saúde, de repasse obrigatório, o Estado deve mais de R$ 30 milhões”.

Para Ronaldo Magalhães, o fechamento do ano será negativo. “A perspectiva é ruim. Não vejo que (o Estado) vai pagar e vamos chegar próximo dos R$ 50 milhões nesta dívida. Nós fizemos o planejamento orçamentário sabemos que a quantia está fazendo muita falta. Tínhamos previsão de sobrar algum recurso para investimentos, inclusive em PSF (Programa de Saúde da Família) e outras ações para a Saúde,assim como para Educação”, lamentou.

No entanto, segundo Ronaldo Magalhães, a dificuldade financeira não impediu alguns avanços no setor. “Já está aprovado em Brasília o serviço de radioterapia e a quimioterapia também está chegando. Há poucos meses abrimos dez novos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Isso tudo foi um trabalho em conjunto do Governo Municipal com o Hospital Nossa Senhora das Dores. Então, é isso que estamos fazendo: trabalhando com seriedade e compromisso”.

Samu

Implantado na cidade no ano de 2004, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência deve ser acionado em casos de urgência pelo número 192. A ligação é direcionada para uma Central de Regulação de Emergências Médicas que conta com profissionais de saúde treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. A partir das informações obtidas, é definido o tipo de atendimento e a ambulância adequada a cada caso.

Em Itabira atuam 76 funcionários, dentre médicos reguladores, intervencionistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, condutores socorristas, telefonista, operadores de frota, auxiliares de serviços gerais, coordenador de serviços, coordenador de enfermagem e coordenador médico geral.

Fonte: Prefeitura Municipal de Itabira – MG